Trabalhando remotamente? Que tal um coffee break?

Dica da série Quartz at Work: "Coffee breaks virtuais encorajam trabalhadores remotos a interagir como se estivessem num escritório". E isso é relevante, porque interações cara a cara são possivelmente ainda mais importantes num ambiente remoto.

O artigo de Sid Sijbrandij, CEO da GitLab, parte de uma pergunta: "Sem um escritório, como podem ocorrer encontros causais que conectam pessoas e desencadeiam grandes ideias?" A resposta presumida é: "não podem". "Mas na GitLab encontramos um modo de fazê-los ocorrer", escreve ele.

Vale aqui explicar que GitLab é uma empresa de desenvolvimento de software com 200 funcionários em 39 países, todos eles trabalhando remotamente. 

A solução, claro, são os "coffee breaks virtuais. A explicação de como eles funcionam está aqui, na íntegra do artigo.